Skip navigation

Category Archives: ativismo

peça o veto ao PL 84/99 pelo 0800619619

Anúncios

homepage do projeto GNU

Esta semana, eu terminei de traduzir a homepage do Projeto GNU. O que me levou a colaborar com o Projeto GNU é uma percepção de que, ao mesmo tempo em que o GNU foi o começo de todo o movimento Software Livre, seu discurso atualmente não é tão valorizado quanto se deveria. Tenho percebido que, infelizmente, o discurso predominante na esfera do Software Livre é focado nas vantagens técnicas e econômicas deste, não na ideologia de liberdade e colaboração – foco dos discursos de Richard Stallman e da Free Software Foundation.

Vou tentar contribuir com a tradução de outras páginas do gnu.org. Quem também tiver a fim de colaborar, siga as instruções.

Desde dezembro de 2007 que minha principal fonte de informação é a internet. Não tenho TV, nem rádio em casa, não compro jornais impressos e raramente leio revistas. É… decidi experimentar a vida longe da grande mídia e não sinto falta das crises de ira ao ver notícias distorcidas na TV ou besteirol travestido de informação.

Na internet, evito acessar sites de notícias dos grandes conglomerados de mídia, como UOL, Folha, Globo.com… me informo principalmente pelos blogs! Atualmente assino o RSS de quase 40 blogs!

Nas últimas semanas, tenho presenciado fenômenos interessantes que demostram o potencial da blogosfera e do ciberativismo. O primeiro fato está ligado ao projeto de lei proposto pelo Senador Eduardo Azeredo (PSDB/MG) que, com a justificativa de punir cibercrimes e a pedofilia, ameaça a liberdade e a privacidade dos internautas. Depois de o assunto se espalhar entre os blogs, foi redigido um manifesto e publicada uma petição, a qual no momento já conseguiu a assinatura de mais de 45 mil pessoas! A mobilização iniciada na blogosfera ainda não chegou às ruas, nem evitou a aprovação do projeto de lei pelo Senado (é bom lembrar que a votação ocorreu numa madrugada!), porém já conseguiu fazer com que alguns pontos do projeto fossem amenizados. Além disso, fez com que o tema ganhasse maior repercussão na sociedade. Acredito que, se a mobilização continuar, conseguiremos impedir a aprovação do projeto na câmara dos deputados.

protesto de repúdio a gilmar mendes

Outra mobilização surgida na blogosfera, se deu com o apoio do Gilmar Mendes, presidente do STF, ao bandido Daniel Dantas. Após os ótimos textos de Bob Fernandes, Luís Nassif e Paulo Henrique Amorim, o blogueiro Eduardo Guimarães convocou os brasileiros para irem às ruas no próximo sábado em protesto contra Gilmar Mendes. Pessoas de doze cidades já se dispuseram a mobilizar a população. Aqui em Aracaju, eu já entrei em contato com alguns amigos para organizarmos um ato. Mais notícias em breve.

banner do senado

Já hoje pela manhã, li no blog Contraditorium, que o Senado paga ao site paraiba.com.br R$ 48.000,00 mensais por um minúsculo banner de 120×60 pixels. Além de o site paraiba.com.br não ter uma audiência grande o suficiente para justificar o valor pago pelo banner, este pertence à mesma empresa que administra o site do senador Efraim Morais (DEMO/PB).

A notícia tá se espalhando rapidamente pela blogosfera e a repercussão dessa descoberta promete ser quente! Espero ver o ciberativismo e a blogosfera brasileiro aumentarem ainda mais o seu poder de fogo e contribuam para mudar o Brasil!

Ontem, eu e meu amigo Marcus fizemos uma visita à ocupação do Hotel Brisamar, onde desde o dia 1º de maio mais de duzentas famílias estão vivendo e reivindicando o direito à moradia. Depois da visita, produzimos fotos e um texto, os quais publicamos no site do Centro de Mídia Independente.

O Hotel seria um empreendimento de luxo, numa das áreas mais nobres da orla de Aracaju, porém as obras estão paradas há mais de vinte anos. Algumas pessoas dizem que o dinheiro do financiamento da extinta SUDENE foi desviado pelo proprietário do Hotel, já a imprensa afirma que a obra não chegou a receber o apoio prometido pela SUDENE. De toda forma, o fato é que o local estava abandonado, e agora serve de moradia para pessoas que não possuem casa própria, nem podem pagar um aluguel.

Talvez esse tenha sido o meu contato mais marcante com um movimento social… ver pessoas morando num local quase sem nenhuma infra-estrutura… apenas duas torneiras de água abastecem todo o prédio. A cozinha tem que ser improvisada em cada quarto, ao lado do colchão. Por todo o prédio, várias poças d’água provocadas pela chuva e pelas infiltrações (inclusive nos quartos) já que o teto do hotel não possui cobertura.

O mais triste é ver crianças tendo que morar nesse ambiente… durante o tempo que estive lá, uma nova família estava chegando com a mudança e presenciei a alegria de uma menina com o novo lugar em que iria morar (provavelmente morava em um local ainda pior)… na saída, vi algumas crianças se divertindo matando os cupins que saíam de umas toras de madeira no térreo. Muitas delas não podem mais freqüentar a escola, pois vieram de bairros distantes e os pais não têm condições de pagar o transporte.

Escrevendo esse parágrafo, me lembrei de uma frase: “Esta noite milhões de crianças no mundo vão dormir nas ruas. Nenhuma delas é cubana”, diz um cartaz em Havana.

Obs.: A foto acima é de uma das casas ao lado do hotel.

Nesta semana, este blog bateu duas vezes o recorde de visitas diárias. Fui olhar as estatísticas e percebi que o post sobre o Dia de Ação Global do FSM 2008 estava recebendo muitos acessos. Não entendi porque um post sobre um evento realizado em janeiro estava sendo tão procurado, então busquei no google e vi que meu blog está entre os três primeiros resultados para o termo “ação global 2008”. Além disso, nesse fim de semana, a Globo vai fingir que faz bem pro Brasil e realizar mais uma edição da tal ação global… ou seja: pessoas que estão em busca de informações sobre a ação global da Rede Globo estão sendo direcionadas para a ação global do Fórum Social Mundial!!! Entre os primeiros resultados do google, a maioria são sobre o Fórum Social Mundial.

Este fato é um belo exemplo da interferência das novas formas de comunicação sobre a grande mídia. Na internet, a ação global do FSM tem mais destaque do que a da Rede Bobo!