Pular navegação

Tag Archives: ponto de cultura

Está no ar desde o início de junho a página do ponto de cultura Olha o Chico. A página foi criada dentro do Estúdio Livre e foi pensada para ser um meio de divulgação do conteúdo produzido pelo ponto, já que não basta produzir e deixar solto pela internet, é preciso divulgar!

O endereço da página é http://estudiolivre.org/olhaochico e lá estão disponíveis a descrição das atividades realizadas pela Olha o Chico e as músicas já gravadas pelo ponto. Destaco a música “Cais do Rio“, composta pela Mira Dantas, que foi quem cuidou da diagramação da página e também tem um bela voz.

O processo

Lá começamos a trabalhar em três frentes: áudio, vídeo e páginas wiki. Duas pessoas ficaram capturando umas músicas que estavam gravadas no MD e publicando no acervo do Estúdio Livre. Outras duas se dedicaram a editar umas fitas de vídeo no Cinelerra. E a Mira Dantas ficou editando a página do ponto no Estúdio Livre.

Ela nunca havia diagramado páginas para web antes, mas foi pegando rápido os macetes do wiki e alguns comandos html. O auge do aprendizado foi a criação de uma tabela. A Mira perguntou se era possível fazer uma tabela no wiki, eu respondi que dava pra fazer, mas que não ficava muito boa e fiz uma tabela usando os comandos do wiki. A tabela não agradou, então ela perguntou se tinha como fazer com html. Eu disse que dava pra fazer, mas que era muito trabalhoso e seria melhor colocar as informações como texto plano mesmo. Então ela insistiu e eu mostrei como montar uma tabela com comandos html. Em minutos, ela montou uma tabela enorme com um emaranhado de códigos html misturados com códigos wiki!

Anúncios

Em novembro do ano passado, fui até a cidade de Piaçabuçu fazer oficinas com o Ponto de Cultura Olha o Chico. Piaçabuçu fica próximo à foz do Rio São Francisco, no estado de Alagoas. A cidade tem cerca de 20 mil habitantes e boa parte vive da pesca e do turismo.

Aproveitando o potencial da feira de reunir muitas pessoas em um só local, tivemos a idéia de montar a rádio feira. Levamos um notebook, uma mesa de som, microfone e amplificador e abrimos o espaço para os feirantes anunciarem seus produtos e contar suas histórias. O vídeo registra essa intervenção midiática e mostra a necessidade de os meios de comunicação serem apropriados pelas comunidades.

Download do vídeo: 83 MB Ogg/theora

Aproveitei minhas férias na Bahia, para fazer uma oficina em Vitória da Conquista, no ponto de cultura “Música para Todos”. Vitória da Conquista fica no sudoeste da Bahia, próximo de Brumado, a cidade em que nasci e morei até meus 18 anos.

A oficina foi uma das mais divertidas e produtivas que já fiz. Focamos em áudio e vídeo que são os principais interesses da galera do ponto (na verdade, mais em áudio do que em vídeo) e saímos de lá com três músicas e um clipe gravados.

As músicas são “Corda-bamba“, “Música” (sim, o nome dá música é “música”!) e, a que eu mais gostei, “Concerto Nordestino“.

A música “Corda-bamba” é composição do Maestro João Omar, o qual é filho de Elomar, um conhecido cantor e compositor popular da Bahia. O “Concerto Nordestino” foi improvisado pelo João Omar no violoncello e pelo Kessller no pandeiro. É uma mistura de violoncello com pandeiro, de erudito com repente, às vezes me lembra uns sons de rabeca de Pernambuco. Já “Música” é de Paulo Macedo e conta mais uma vez com João Omar no violoncello. E fizemos também um clipezinho dela.

Já estávamos há cinco dias no assentamento do MST no Quissamã, um povoado perto de Aracaju. No último dia, resolvemos ir num boteco do assentamento antes do almoço. Entre algumas partidas de sinuca, cervejas e refrigerantes, conhecemos o dono do bar, o Seu Paraíba. Ele falou que ficou sabendo que a gente tava trabalhando com áudio e vídeo e começou a cantar as músicas dele. Cantou mais de dez músicas. Daí surgiu a idéia de gravar as músicas dele. Convidamos ele a aparecer no local do assentamento onde tava acontecendo a oficina.

Esperamos até três horas da tarde, como ele não apareceu, resolvemos colocar o computador em um carrinho de mão e ir até o bar dele para gravar as músicas. Também filmamos o Seu Paraíba cantando e a surpresa dele ao ouvir o cd com suas músicas pela primeira vez.

O vídeo foi produzido em outubro de 2006. Eu fiz a câmera e as entrevistas e a edição foi feita por várias pessoas durante o festival submidialogia #2, em Olinda/PE.

gif seo paraiba

Download – 50 MB – Formato OGG