Skip navigation

Tag Archives: software livre

Banner Web III ENSL e IV Festival SL

De 28 a 30 de maio, vou participar do IV Festival de Software Livre da Bahia e III Encontro Nordestino de Software Livre. A programação de palestras tá muito boa, e quero também participar da oficina de Robótica Livre.

Já no final de junho, vou participar do FISL 10 (Fórum Internacional de Software Livre), em Porto Alegre, um lugar que sempre tive vontade de conhecer, principalmente por causa dos Engenheiros do Hawaii. Tô torcendo para que tenha um show do Pouca Vogal no período que eu estiver por lá!

Anúncios

Screenshot do Stellarium

Screenshot do Stellarium

Desde muito tempo, gosto de observar o céu à noite. Inicialmente, eu gostava de usar o KStars para identificar e descobrir os nomes dos astros, mas depois descobri o Stellarium e adotei este como meu software de astronomia preferido. A forma como Stellarium mostra o céu facilita bastante a identificação dos astros, além disso, um recurso muito interessante é que ele pode mostrar imagens representadas pelas constelações.

O Stellarium está disponível em vários idiomas, inclusive em português, e roda em GNU/Linux, Mac OS e window$.

Esta semana eu fiz a tradução da homepage do Stellarium para português.

Homepage do Stellarium em português

Homepage do Stellarium em português

homepage do projeto GNU

Esta semana, eu terminei de traduzir a homepage do Projeto GNU. O que me levou a colaborar com o Projeto GNU é uma percepção de que, ao mesmo tempo em que o GNU foi o começo de todo o movimento Software Livre, seu discurso atualmente não é tão valorizado quanto se deveria. Tenho percebido que, infelizmente, o discurso predominante na esfera do Software Livre é focado nas vantagens técnicas e econômicas deste, não na ideologia de liberdade e colaboração – foco dos discursos de Richard Stallman e da Free Software Foundation.

Vou tentar contribuir com a tradução de outras páginas do gnu.org. Quem também tiver a fim de colaborar, siga as instruções.

Já estou usando Arch Linux (versão 64 bits) há mais de um mês. Antes disso, eu estava utilizando o Slackware, mas, influenciado pelo relato do Liquuid, resolvi testar o Arch.

A instalação do Arch é bem parecida com a instalação do Slack, a maior diferença é que o disco de instalação do Arch tem apenas 380 MB e contém apenas a base mínima de um sistema GNU/Linux. Com isso, a pós-instalação dá um pouco de trabalho, é necessário consultar alguns tutoriais pra não ficar perdido depois de instalar a base do sistema. Tive problemas também para configurar o pppd (tenho uma conexão da vivo em que é necessário usar o pppd para conectar). Por sorte, eu estava com um notebook de um amigo em casa, daí copiei os arquivos de configuração do pppd de lá e consegui conectar à internet.

Gostei muito do pacman, o gerenciador de pacotes do Arch Linux, ele resolve dependências de maneira muito eficaz e possui o conceito de grupos de pacotes. Pra instalar o X, por exemplo, que é composto de dezenas de pacotes, basta digitar pacman -S xorg. Inicialmente o pacman é bastante rápido, porém depois de instalar algumas dezenas de pacotes, o desempenho dele fica mais lento.

O Arch é bastante estável e rápido. A inicialização do sistema é feita em cerca de 30 segundos e não cheguei a ter problemas com travamentos. Apesar de seguir a filosofia de simplicidade do Slackware, achei o Arch bem mais amigável e prático. O Slackware parece primitivo perto do Arch Linux. Quanto ao uso de um sistema 64 bits, os únicos problemas que tive foram com o flash e com o java. O flash tá funcionando, mas às vezes não renderiza corretamente certos sites. Já o java da Sun, não roda o aplicativo do Banco do Brasil.

KDE 4.1

Instalei o KDE 4.1 no Arch, utilizando os pacotes do kdemod, os quais permitem instalar o kde de forma totalmente modular. Na versão 4.1.0, achei alguns aplicativos como o Okular (o novo leitor de PDF), o Dolphin e o Konqueror muito pesados, porém após atualizar pra 4.1.1, notei um grande avanço nessa questão e a velocidade destes aplicativos não mais prejudicam a usabilidade. O KDE 4 também já está bastante estável, o maior problema que senti é que algumas coisas ainda não estão configuráveis. Não consegui, por exemplo, alterar a cor da barra inferior da área de trabalho.

Alguns tutoriais que me ajudaram na instalação do Arch:

Guia de instalação

Pós-Instalação do Arch Linux

Semana passada, finalizei a tradução para português do ManDVD, meu software preferido de autoração de DVD’s. A tradução foi adicionada à versão 2.5-3, mas recomendo a versão 2.5-4, que já possui várias correções.

Ano passado, eu já havia traduzido o manual do ManDVD, o qual já tá precisando ser atualizado…

O ManDVD possibilita, de forma rápida e fácil, a criação de DVD’s de vídeo para serem reproduzidos em qualquer aparelho de DVD.

Home page do ManDVD: http://www.kde-apps.org/content/show.php/ManDVD…
Pacote para Slackware 12.1: http://repository.slacky.eu/slackware-12.1/multimedia/…
Pacotes para Ubuntu: http://www.getdeb.net/app/ManDVD
Pacote para Debian Etch: http://pacotes.nkosi.org/etch/mandvd_2.5.4_i386.deb